Buscar
  • Blog da Vivi

Rumba

Atualizado: Fev 20

Breve História da Rumba

História da Rumba

Foi com a vinda dos negros de diversas regiões africanas como Angola, República do Congo,República Democrática do Congo

e Moçambique (Bantus) para Cuba que surgiram as primeiras manifestações de dança que podem ser consideradas como antecedentes da rumba que conhecemos hoje. Entre elas, a “La Yuka”, dança interpretada em casal, na qual os dançarinos imitam movimentos dos animais (principalmente galos).

Essas danças eram acompanhadas por tambores chamados da mesma forma (tambores yuka). A dança yuka é a antecedente africana do yambu, a forma de rumba mais antiga que se conhece.

A rumba, com suas raízes africanas, é uma dança cubana, nascida, a partir da associação das diferentes etnias (yorubas, mandingas, congos, carabalís e bantus), que, como escravos, criaram um estilo novo e diferente de suas raízes originais.

As três formas que antecederam a rumba que conhecemos hoje foram:

· Yambu - A forma de rumba mais antiga que se conhece. Nasceu com a chegada dos primeiros negros livres às cidades. É, portanto, uma expressão do folclore urbano.

· Guaguancó - Nasceu nos bairros suburbanos de Havana e Matanzas, tendo como antecedente o yambu. Musicalmente, é mais vivo, dinâmico e rápido do que seu antecessor. Seus cantos falam geralmente de aspectos cotidianos, amorosos, políticos ou sociais, como uma espécie de crônica da vida do homem do povo.

Columbia - Dançada originalmente por homens. É uma forma de rumba de caráter rural, surgida e praticada principalmente na região de Matanzas. Seus cantos nem sempre utilizam o idioma espanhol, empregando costumeiramente palavras, frases e expressões de origem africanas (bantu).


Quer saber mais ? Acompanha o Blog da Vivi ! #blogdavivi #dançacigana #tsaradancas #vivianalves #dancadoventre #historiadarumba #rumbacigana




0 visualização