Buscar
  • Blog da Vivi

CAPÍTULO IV– REGIÕES E INFLUÊNCIAS CULTURAIS

ESPANHA

· Rumba flamenca (rumba gitana) ou simplesmente rumba – É um palo (estilo) flamenco de caráter festeiro. É conhecido como um dos cantes de ida y vuelta (músicas de ida e volta), música que surgiu no Novo Mundo, em seguida, retornou à Espanha em uma nova forma. O gênero se originou no século XIX na Andaluzia, sul da Espanha, onde a música cubana chegou ao país pela primeira vez.

A rumba flamenca foi principalmente influenciada pela guaracha , um estilo de música vocal que se originou no teatro musical de Havana. Guaracha pode ser rastreada até o espanhol jácaras , justificando assim a classificação de rumba flamenca como um cante de ida y vuelta .

As primeiras gravações de rumba flamenca foram feitas por La Niña de los Peines na década de 1910. Durante o final do século XX, Paco de Lucía , juntamente com o percussionista Rubem Dantas , incorporou elementos musicais afro-peruanos como o cajón e certos ritmos.

· Rumba Catalã/Catalana - A rumba catalã é uma sub divisão de estilo musical.Um gênero que se desenvolveu na comunidade cigana catalã da cidade de Barcelona desde os meados dos anos 50 , tendo ritmos derivados da rumba flamenca influenciados pela música cubana, música porto-riquenha, como a plena, a bomba e o rock & roll. Alcança popularidade com dois grandes nomes que estão na origem do gênero, El Pescaílla e Peret, este último consagrado como o rey de la rumba.

A rumba atinge projeção mundial com a apresentação de Los Manolos na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992. Amigos para siempre e uma versão rumbera de All my loving, dos Beatles, ganharam o coração do mundo. Os Gipsy Kings, descendentes de ciganos de Barcelona, também atingiram fama mundial com sua interpretação da rumba catalana.

A rumba catalana está associada às celebrações do povo cigano, e compartilha vários elementos com outras manifestações musicais ciganas, como o flamenco, entre eles as palmas e a paixão na interpretação da música.

Mas a rumba catalana conta com dois grandes elementos diferenciadores. O primeiro está relacionado com a influência da música afrocubana. A rumba catalana incorpora ritmos procedentes do som e da guaracha, trazendo um elemento muito importante no repertório instrumental, o bongô (e outros instrumentos similares de percussão).O segundo elemento, que é a marca registrada da rumba catalana, é o ventilador, uma forma frenética de tocar o violão (guitarra), intercalando o toque das cordas com uma batida com a mão na madeira do instrumento.



FRANÇA

Fugidos de Catalunha durante a Guerra Civil Espanhola em 1936, como muitos outros, a família Gipsy Kings se estabeleceu na França.

O Gipsy Kings, nasceram na França mas


foram criados de acordo com a cultura espanhola. São em grande parte responsáveis ​​por trazer os sons do flamenco pop-progressivo para uma audiência mundial. A banda começou em Arles , uma cidade no sul da França, durante os anos 1970, quando os irmãos Nicolas e André Reyes, os filhos do artista flamenco José Reyes, se uniram com seus primos Jacques, Maurice e Tonino Baliardo.

Manitas de Plata e José Reyes formaram um duo que tinha desencadeado a maior popularidade da rumba flamenca (também conhecida como rumba espanhola ou cigana). Foi o famoso cantor Reyes, no entanto, o principal responsável pela nova onda de interesse popular quando ele deixou Manitas de Plata e começou uma banda própria, composta por seus próprios filhos, que ele chamou de " Los Reyes " Como sendo o nome de família , reyes significa "reis" em espanhol).Los Reyes começou como uma banda cigana que viajava pela França, tocando em casamentos, festivais e nas ruas. Após a


morte de José Reyes em 1970, o grupo continuou sua caminhada juntando duas famílias: os Reyes e Baliardos, formando assim o Gispy Kings.

Mais tarde, eles foram contratados para tocar para a classe alta em lugares como St. Tropez.

A formação Gipsy Kings apresentava uma


combinação de guitarristas de esquerda e de mão direita; Três dos irmãos Reyes (Nicolas, Andre e Patchai) tocam violão com a mão esquerda e tocam as guitarras da mão esquerda (e, por vezes, da mão direita) que são amarradas para os direitistas (ou seja, com a corda baixa "E" O fundo), enquanto Diego Baliardo toca uma guitarra canhoto que é, amarrada para a mão esquerda (ou seja, com a baixa "E" seqüência na parte superior). Juntamente com os canhotos Canut e Paul Reyes e Paco Baliardo, estes guitarristas focam-se nos ritmos de apoio fortes, e


nquanto os mais complexos são conduzidos pelo destros e convencionalmente por Tonino Baliardo.

Grupo musical que toca rumba num estilo variante do flamenco e rumba catalana (um estilo entre Peret e as novas gerações).

O Gipsy kings incorporam outros ritmos em sua música para torná-la mais comercial (de rock, soul, funk, rhythm e blues, salsa e outros estilos de música pop). Com um estilo próprio foram consagrados na década de 1980.


PORTUGAL

As primeiras notícias da presença de


ciganos em Portugal, provenientes da Espanha, datam a segunda metade do século XV (15).

Os ciganos portugueses permanecem com grave situação de “racismo e xenofobia”. Denominados como Calons oriundos da Espanha e Portugal, falam o dialeto Caló.

Os ciganos de Portugal criaram um estilo próprio. Ritmos e músicas tocados pelo teclado ou órgão (como é conhecido em Portugal). Um estilo muito apreciado e conhecido por nós como “rumba portuguesa” - nome denominado na Espanha. Existem atualmente em Portugal cerca de 30 a 50 mil ciganos.



BRASIL

Os primeiros ciganos degredados de Portugal chegaram ao Brasil nas décadas de 1560 e 1570. Formaram comunidades no Maranhão, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Até o final do século XVIII existiam aqui somente ciganos originários da Península Ibérica, os Calons ou Calés, mas após a Independência do Brasil, identifica-se a presença de ciganos originários da Europa Central e dos Balcãs - Os Rom.

Na segunda metade do século XIX mais Rom chega


ram em grande número, provenientes da Itália, Alemanha, Balcãs e Europa Central, juntamente com a primeira onda de imigrantes italianos, alemães, poloneses, russos e gregos. A partir da Primeira Guerra Mundial uma nova leva de famílias ciganas imigraram para o Brasil, vindas do Leste europeu.

Em nosso país utilizamos rumbas de diversos compositores: Brasil, Portugal, Espanha e França.

Nosssa musicalidade é bem diversificada e as bandas ciganas interpretam canções de diversas regiões pelas quais os ciganos passaram: Rússia, Hungria, Balcãs, Espanha entre outras. Além disso diversos instrumentos são incorporados aos ritmos brasileiros, formando um novo som, que resulta em músicas alegres e contagiante.

Em nosso país temos uma diversidade de bandas ciganas, como Encanto Cigano ( RJ, 1990), fundada pelo violinista Mio Vacite (in Memória) que durante anos foi presidente da União Cigana do Brasil, o Grupo Furia Gitana(RJ), Guardiões da Noite do Oriente (SP), Vitsa Ramanush(SP),Wal Hei e seus irmãos(RJ),Leshajae Kumpanja(AL), atualmente no Rio de Janeiro entre outros.

1 visualização